FBI pretende rastrear todos os seus passos nas redes sociais

O FBI — Departamento Federal de Investigação dos Estados Unidos — tem planos de monitorar informações publicadas no Facebook, Twitter e nos blogs, através da busca por palavras-chave e frases específicas. De acordo com a agência, tais ações permitiriam detectar ameaças específicas, localizar os indivíduos organizando e recrutando outros para tais atividades e predizer eventos, acompanhando-os conforme seu desenvolvimento.

Entretanto, diversos grupos vêm manifestando sua preocupação relacionada ao direito à privacidade, e os planos devem ser vetados pela Unidade de Privacidade e Liberdade Civil. A unidade deseja rever as implicações legais do monitoramento e assegurar que todos os direitos e obrigações civis sejam respeitados antes que ele seja implementado.

Como o monitoramento funciona

De acordo com o FBI, as redes sociais estariam rivalizando serviços como o da polícia, dos bombeiros e até mesmo da mídia em situações de crise e sua cobertura. A ideia é que a agência tenha vantagem na hora de lidar com situações críticas, sejam elas ataques terroristas, atividades suspeitas ou até mesmo desastres naturais. O monitoramento não estaria focado em pessoas ou grupos específicos, mas em palavras relacionadas a determinados eventos, possíveis crises e atividades criminosas e terroristas.

Alguns exemplos de palavras monitoradas pelas buscas são: bomba, pacote suspeito, pó branco e confinamento.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: